11/02/2010

Canto do Ponto

Olá,

Muitas são as lembranças da minha infância, mas uma delas especificamente é a da máquina de costura de minha mãe.

Era mágica! Dela surgiam coisas maravilhosas à partir de um pedaço de tecido e retalhos.

Minha avó era igualmente fada, transformava retalhos em bonecas. Lembro-me da sua maneira de costurá-las à mão e o mais mágico: Não usava enchimentos! Fazia dobras no tecido que ia transformando em vida. Adorava as bonecas da minha avó.

Um dia resolvi fazer minha própria boneca e costurei a Maria. Horrorosa! Mas… minha! Lamento não tê-la guardado. Esta ficou apenas na minha lembrança… Porém, o gosto em criar manteve-se presente, quase que como uma necessidade.

Agora adulta consigo produzir o que minha mente cheia de lembranças da infância é capaz de criar… bom… chega de conversa e vamos costurar, pintar, criar… Quer vir nesta viagem comigo?

Aproveite a estadia!

03/08/2015

Adoro chapéus – Cap

Este slideshow necessita de JavaScript.

12/11/2013

Chapéu Mágico

Mais um chapéu para minha coleção. Uso este recurso na contação de histórias.

Esse é bem querido, principalmente porque foi feito por mim desde o tingimento dos tecidos em tie dye.

Nas cores do Livro Sem Palavras mais um Chapéu Mágico para levar história, imaginação e alegria à crianças e adultos.

Bem-vindo meu amigo.

Chapéu Mágico

 

05/11/2013

E o lixo?

O lixo

Vai para o saquinho azul claro

Enfeitado de fuxico

Este slideshow necessita de JavaScript.

26/09/2013

Te desejo todas as cores

Tie Dye é pura poesia… tem vida própria.

O resultado surpreende e alegra.

Segue um pouquinho de Tie Dye do Canto do Ponto temperado com Carlos Drummond de Andrade:

“Para você, desejo o sonho realizado.

O amor esperado.

A esperança renovada.

Para você, desejo todas as cores desta vida.

Todas as alegrias que puder sorrir.

Todas as músicas que puder emocionar.

Desejo que os amigos sejam mais cúmplices,

que sua família esteja mais unida,

que sua vida seja mais bem vivida.

Gostaria de lhe desejar tantas coisas.

Mas nada seria suficiente…

Então, desejo apenas que você tenha muitos desejos.

Desejos grandes e que eles possam te mover a cada minuto, ao rumo da sua felicidade”

Este slideshow necessita de JavaScript.

20/09/2013

Peixe

Outro dia amanheci bem cansada. Corpo dolorido, mente vagarosa. Até meus cabelos pareciam doer. Meu marido chegou para almoçar e me aconchegou. Carinho bom que remedia.

Mais tarde, antes de voltar para o trabalho me disse: Hoje você descansa. Não faça nada!

Assim que saiu tive uma ideia ótima: Quem nada é peixe.

E fiz uma almofada macia e colorida.

Daí me deparo com um texto de Cora Coralina… emudeci.

Meu Destino.

Nas palmas de tuas mãos
leio as linhas da minha vida.

Linhas cruzadas, sinuosas,
interferindo no teu destino.

Não te procurei, não me procurastes –
íamos sozinhos por estradas diferentes.

Indiferentes, cruzamos
Passavas com o fardo da vida…

Corri ao teu encontro.
Sorri. Falamos.

Esse dia foi marcado
com a pedra branca da cabeça de um peixe.

E, desde então, caminhamos
juntos pela vida…

Este slideshow necessita de JavaScript.

20/09/2013

Bolsa de criança

Segue imagens de duas bolsinhas que fiz para irmãs. Uma antiga encomenda, as meninas adoraram.

Este slideshow necessita de JavaScript.

%d blogueiros gostam disto: